Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 26, 2008

A eterna busca da satisfação pessoal

Talvez seja um pouco difícil dimensionar isto em nossa realidade, porque na grande maioria das vezes temos vontade de comer ou beber, mas não uma fome verdadeira. Como de um homem na China que ficou preso por 23 anos e nos momentos mais difíceis sob um frio insuportável, foi preciso comer diariamente um pedaço do seu cinto de couro.

Todavia, mesmo que você não tenha problemas com a fome ou sede física, todos temos algum tipo de fome. Teresa de Calcutá fez um comentário em uma das suas primeiras viagens aos EUA: “No meu país as pessoas estão morrendo de inanição física, aqui na América as pessoas estão morrendo de inanição emocional”. No Brasil existe uma fome emocional e uma sede espiritual sem precedentes. Mas por que tantas pessoas estão tão inquietas, em busca de “ALGO MAIS”? Elas estão na verdade com fome! Como entender esta inquietação emocional que toma conta do homem urbano, contemporâneo? Na verdade todos os dias somos pressionados a querer ir mais longe, subir mais alto, adquir…