Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 13, 2009

Ah! quem me dera

Quem dera envelhecer e sempre manter o humor contagiante dos áureos tempos de adolescência, com riso fácil, me agarrando aos relacionamentos ingênuos, à generosidade. Envelhecer livre para dizer: meu Deus eu te amo e não ser censurado, e mesmo sendo censurado, dizer: meu Deus eu te amo.

Quem me dera envelhecer acreditando nas pessoas. Envelhecer feliz com os filhos que tenho, lamentando as perdas mas nunca as deixando me subjugarem. Deleitar-me na companhia dos amigos que persistiram há anos de amizade e desencontros, que persistiram na velhice, na virtude e no defeito. No heroísmo e na covardia.

Envelhecer recebendo atenção nos dias importantes da minha vida, e um beijo a cada gesto digno executado. Envelhecer ouvindo dizerem: você é um bom amigo mesmo quando tenho que dizer não há alguém. Quem dera aos setenta anos me deslumbrar com uma família bem estruturada, firmada em padrões cristãos.

Quero chegar aos setenta anos e ainda poder arrancar de meus netos uma risada e ouvi-los diz…